5 pessoas criaram o Super Mario Bros. original – todas elas ainda estavam na Nintendo para lançar Wonder 38 anos depois.

Os principais desenvolvedores da Nintendo estão nisso há quase 40 anos.

 

(Crédito da imagem: Nintendo)

A equipe original de cinco membros que criou o Super Mario Bros. para o NES (console de videogame de 8 bits lançado pela Nintendo) permanece unida na Nintendo até hoje, e todos eles foram devidamente reconhecidos por seu trabalho em Super Mario Bros.
Na época do NES, os videogames eram projetos que podiam ser realizados por equipes extremamente reduzidas. Um exemplo notável é o Super Mario Bros., lançado no Japão em 1983, que foi feito por apenas cinco talentosas pessoas: o diretor Shigeru Miyamoto, o assistente de direção Takashi Tezuka, os programadores Toshihiko Nakago e Kazuaki Morita, e o músico Koji Kondo.

É verdadeiramente surpreendente ver a persistência e dedicação desses cinco visionários na indústria de jogos. Todos eles continuam a ser devidamente reconhecidos em Super Mario Bros. Miyamoto exerce o papel de supervisor, Tezuka como produtor, Nakago contribuindo como consultor especial para o design de níveis, e Kondo assumindo a direção do som. Por sua vez, Morita recebeu um merecido destaque nos agradecimentos especiais. Com quatro dos cinco desenvolvedores originais desempenhando papéis de supervisão tão importantes 38 anos depois, isso pode ser considerado um feito verdadeiramente notável na história dos videogames.
 

“As pessoas que estão fazendo Mario têm feito isso de forma ininterrupta, já que a maior parte da liderança criativa em outras empresas hoje eram crianças”, como observa Max Nichols da Bungie no Twitter . Os tweets de Nichols colocaram essa curiosidade no meu radar e, desde então, todos os créditos de Wonder foram publicados na MobyGames , confirmando os papéis completos de todos os cinco desenvolvedores originais.

É importante notar que, para a criação do Super Mario Bros Wonder, contou-se com uma equipe consideravelmente mais ampla do que os desenvolvedores originais. Nesse sentido, nomes menos conhecidos desempenharam papéis cruciais. Destaca-se o diretor Shiro Mouri, que, embora esteja na Nintendo há mais de 25 anos, apenas recentemente teve a oportunidade de liderar um projeto completo e original de sua autoria. Em empreitadas anteriores, ele atuou como diretor de programação em New Super Mario Bros. U e como diretor principal na versão Switch do mesmo jogo.

 

A indústria de jogos é conhecida por sua instabilidade, e é ainda mais raro ver designers de jogos icônicos permanecerem envolvidos nas séries que os tornaram famosos por tantos anos, mesmo entre os estúdios japoneses. Realmente o fato de ter o mesmo emprego na  mesma empresa, em uma indústria  como essa de videogames por quase 40 anos, é algo surreal,  muito difícil de ver.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima